Uma nova cepa do Coronavirus preocupa cientistas

A mutação encontrada na África do Sul é quase um novo vírus

A maioria dos países já iniciou a vacinação contra a Covid-19 através das vacinas desenvolvidas pela Pfizer, Moderna, Sinovac e Astra-Zeneca. Estas vacinas possuem eficácia de 50-95% e foram aprovadas por agências reguladoras ao redor do mundo.

Alguns países como Israel já vacinaram grande parte de seus cidadãos, enquanto outros, como a França, estão tendo problemas de logística e falta de confiança nas vacinas por parte expressiva de sua população.

Se tudo correr conforme o planejado, a maioria da população de países desenvolvidos poderá ser inoculada até o quarto trimestre deste ano. Em outros países, como Turquia ou México, onde faltam vacinas, a expectativa é que a imunidade coletiva só seja alcançada em 2022. Portanto, na melhor das hipóteses, máscaras e medidas de distanciamento social vigorarão até 2022.

No entanto, uma notícia recente mostra que o vírus parece ter planos diferentes.

O artigo acima descreve uma mutação vinda da África do Sul que parece ser fortemente resistente à imunidade já adquirida. Embora mais estudos sejam necessários para confirmar os resultados laboratoriais, isso pode significar que se você foi infectado pela primeira onda de Covid-19, ou mesmo se foi vacinado, as chances de contrair a doença aumentariam consideravelmente com essa nova cepa do vírus. Pode ser o caso de que tenhamos de tomar vacinas atualizadas anualmente, como a da gripe.

Por que é importante saber sobre isso?

Devido ao sucesso das vacinas, desenvolvidas em tempo recorde e com alta eficácia, as pessoas já estão pensando que a pandemia está acabando. No caso do Brasil, as estimativas mais recentes é que ela poderá terminar apenas em meados de 2022 ou mesmo em 2023. A menos que você viva em Taiwan ou na Nova Zelândia, 2021 não será um ano para divertir-se em baladas ou grandes eventos pois o uso de máscaras e regras de distanciamento social ainda estarão em vigor.

Cansado das aulas on-line e lockdowns? Será necessário ter mais paciência para sua segurança e das pessoas à sua volta. Peça ajuda a um psicólogo(a) se precisar, não é nenhuma vergonha. Se você está procurando pelo primeiro emprego, prepare-se para trabalhar online a maior parte do tempo.

A boa notícia é que a pandemia da Covid-19, se estendida, trará oportunidades a uma parcela maior da população que vive fora dos grandes centros urbanos. Estas pessoas poderão poupar mais dinheiro (graças aos custos menores) e ter melhor qualidade de vida.

Nosso conselho é de sempre seguir as orientações dos cientistas e obter informações da Covid-19 em fontes confiáveis. Correntes de Whatsapp ou posts em redes sociais de amigos, políticos e/ou influenciadores não são fontes confiáveis.

Sempre cheque as informações em sites nacionais e internacionais. A segurança de todos depende do comportamento de cada um de nós.